Bracell, Santos Brasil e Conport são as mais bem classificadas na disputa por contratos transitórios ¿Encontraste un error? Avísanos


Por Redacção PortalPortuario.cl

@PortalPortuario


As empresas Bracell, Santos Brasil e Conport apresentaram os melhores lances para firmar contratos transitórios pela exploração, respectivamente, de uma área localizada no Paquetá e duas no Saboó, na margem direita do Porto de Santos.

Confirmadas as propostas, a Santos Port Authority (SPA) arrecadará pelo menos R$ 6.480.200,64 a título de remuneração mínima ao longo dos seis meses em que vigerão os contratos. Os arrendamentos transitórios são válidos por 180 dias ou até que se faça a licitação de longo prazo – o que ocorrer primeiro.

As empresas têm de apresentar à SPA os documentos de qualificação em até cinco dias úteis. Caso não o façam, serão chamados os próximos colocados.

“A celebração de contratos transitórios mantém as áreas portuárias operacionais enquanto não são firmados os arrendamentos de longo prazo. Com isso, a SPA reduz a ociosidade no Porto de Santos, já abaixo de 9%, garante a melhor remuneração pela exploração do ativo público e gera emprego e renda”, destacou o diretor de Desenvolvimento de Negócios e Regulação da SPA, Bruno Stupello.

Os editais das 3 áreas foram publicados em 21 de dezembro e atraíram 11 ofertas. Cada proponente podia dar um único lance final.


 

Compartir





ESPECIAL COVID-19
Ver más noticias