Complexo Portuário de Itajaí e Navegantes registra milésima manobra na área da Nova Bacia de Evolução ¿Encontraste un error? Avísanos

Por Redacção PortalPortuario.cl

@PortalPortuario


Complexo Portuário de Itajaí e Navegantes alcançou a marca de 1.000 giros na área da Nova Bacia de Evolução. A milésima (1.000ª) manobra ocorreu ré, sendo puxado por quatro rebocadores, e, iniciou às 15:00h com o navio MSC Agrigento, de bandeira do Panamá, medindo 299,95 metros de comprimento por 48,20 de largura.

Vindo do Porto de Paranaguá (PR), o navio MSC Agrigento partiu seguindo seu trajeto marítimo, com destino ao porto de Santos (SP), e, de acordo com informações do setor de operações, operou 2.297 mil contêineres (TEU’s), registrando 34.842 toneladas.

“É com imensa alegria, que hoje comemoramos este expressivo marco de 1.000 manobras na área da nova Bacia de Evolução. Sem dúvida é uma grande vitória para a Autoridade Portuária de Itajaí, acompanhar a trajetória e constante progresso do nosso Porto. O milésimo giro na bacia de evolução, demonstra o sucesso de um investimento aplicado, com o intuito de aprimorar e desenvolver o Complexo Portuário em todos os setores. O sucesso deste projeto certificou a permanência do Porto de Itajaí na competitividade do mercado marítimo, aumentando sua produtividade. Nos últimos anos, o Porto de Itajaí tornou-se um exemplo de gestão portuária pública e municipal, refletindo na importância econômica de Santa Catarina e do Brasil”, pontua Fábio da Veiga, Superintendente do Porto de Itajaí.

A primeira fase do projeto de ampliação do acesso aquaviário para o Complexo Portuário de Itajaí e Navegantes foi concretizada em 2019, proporcionando a chegada de navios de até 350 metros. A primeira manobra de testes, ocorreu no dia 16 de janeiro de 2020, e foi considerada um marco histórico para Itajaí. A inédita manobra de ré foi realizada com o navio Valor, de 300 metros de comprimento e 48,3 metros de largura (boca). A manobra, realizada pela primeira vez no Brasil e América Latina, iniciou no berço 02 no terminal da Portonave (Porto de Navegantes).

“A Praticagem é a principal usuária da nova Bacia de manobras, e esteve envolvida desde sua idealização. Depois de sua concepção inicial, a Praticagem de Itajaí e Navegantes participou de estudos e simulações para analisar a viabilidade da manobra, foi verificado que a manobra seria possível, mas não seria fácil. Nesta manobra, até então inédita na América Latina, seria necessário parar o navio, girar e navegar à ré por uma milha náutica em um espaço limitado, e com obstáculos em ambos os lados do Rio Itajaí. Após treinamentos em um simulador em Rotterdam (Holanda), a Praticagem realizou a primeira manobra na nova bacia de evolução em 16 de janeiro de 2020, em que o navio “Valor” de 300 metros realizou sua manobra com o auxílio de quatro rebocadores. Agora estamos nos preparando para os próximos desafios, para receber navios de 335 metros de comprimento e 51 metros de largura. Essa bacia foi fundamental para manter Itajaí e Navegantes na rota das maiores embarcações que demandam os portos brasileiros”, informa o Presidente da Praticagem, Leandro Pedreschi Caliento.

Localizada na área da Baía Afonso Wippel, a Bacia de Evolução possibilitou que o comprimento máximo de navios no Complexo Portuário, saltasse de 306 metros para 350 metros de comprimento, além de permitir que a entrada e saída de navios no período noturno fosse de até 306 metros de comprimento.

A segunda etapa da Bacia de Evolução, está projetada para receber navios de até 400 metros de comprimento por 60 de boca (largura), o projeto possibilita o acompanhamento da nova realidade do comércio marítimo internacional, que está projetando navios maiores. A primeira etapa para a continuidade da segunda fase do projeto, é o alinhamento junto aos órgãos ambientais para atender as delimitações necessárias, além dos recursos para a execução da obra.


Compartir




Ver mais conteúdos