Docas do Rio fecha 3º trimestre com alta de 81,9% no faturamento acumulado do ano ¿Encontraste un error? Avísanos

Por Redacção PortalPortuario.cl

@PortalPortuario


Com o resultado alcançado no terceiro trimestre, a Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), que administra os portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, comemora o desempenho no acumulado de 2021. De janeiro a setembro deste ano, o faturamento da Autoridade Portuária teve um incremento de 81,9% em relação ao mesmo período de 2020. Já a movimentação de cargas cresceu 23,9%, quando comparada aos números do ano passado.

A movimentação de cargas no último mês de setembro atingiu a marca de 6 milhões de toneladas, sendo a segunda maior movimentação mensal do ano e superando em 6,4% o volume de agosto.

O resultado de setembro foi impulsionado pela movimentação de 5,22 milhões de toneladas no Porto de Itaguaí, que corresponde a um aumento de 9,1% em relação a agosto passado e de 7% se comparado a setembro de 2020.

O Porto do Rio de Janeiro, por sua vez, movimentou 759 mil toneladas, volume 4,9% maior que o de setembro de 2020, e manteve a média mensal de 2021.

A análise destaca ainda que o faturamento de setembro atingiu a marca de R$ 106,9 milhões, que supera em 106% o faturamento de setembro de 2020. O valor representa o terceiro maior faturamento registrado este ano, em termos nominais, até o momento.

No Porto de Itaguaí, o faturamento de setembro (R$ 89,2 milhões) foi o segundo maior de 2021 e, no Porto do Rio de Janeiro, o faturamento de R$ 16,5 milhões em setembro ficou na linha média deste ano, mas teve um acréscimo de 47,9% sobre o valor faturado em setembro de 2020.

Segundo o diretor-presidente da Docas do Rio, Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira, o resultado registrado pelos dados estatísticos, no terceiro trimestre e no acumulado de janeiro até setembro, é bastante animador.

“Trata-se de um ano ímpar para nossa companhia, graças a um trabalho árduo, sério e responsável das nossas equipes e ao vigor operacional dos nossos portos, que estão se modernizando e vêm conseguindo contribuir para a retomada econômica atualmente em curso no Estado do Rio de Janeiro e em todo o país”, disse.

“Considerando a média de faturamento de 2021, da ordem de R$ 87,5 milhões, e excluindo os valores devidos pela movimentação mínima anual de 2020 faturados em janeiro de 2021, a Docas do Rio, sob uma ótica cautelosamente otimista, deve superar a marca de R$ 1 bilhão no faturamento de 2021, sendo a principal carga movimentada o minério de ferro, que apresentou crescimento em todos os meses do ano”, comentou o  diretor de Negócios e Sustentabilidade da Docas do Rio, Jean Paulo Castro e Silva.


 

Compartir




ESPECIAL COVID-19
Ver más noticias

Ver mais conteúdos