Hidrovias do Brasil inicia a retomada de suas operações no Porto de Santos ¿Encontraste un error? Avísanos

Por Redacção PortalPortuario.cl

@PortalPortuario


A Hidrovias do Brasil recebeu o primeiro navio de fertilizante, sendo este o primeiro marco da retomada da sua operação no Porto de Santos. Grande parte das reformas e investimentos previstos no edital de concessão da área STS20 já foram realizados e a estimativa é que até outubro deste ano, as obras estejam finalizadas.

A fim de tornar a operação mais eficiente e inovadora, a companhia instalou dois guindastes hidráulicos de cais de última geração, pioneiros no Porto de Santos e que possuem capacidade de movimento em torno de 14 mil toneladas por dia, além de estar na etapa final da construção do novo armazém para ampliação da capacidade de armazenamento de fertilizantes.

Ao todo, a operação possuirá três armazéns com capacidade estática de 190 mil toneladas, estimativa de cerca de 200 colaboradores dedicados à operação e um sistema operacional informatizado que acompanha o fluxo operacional e rastreia a carga.

“A retomada gradual da Operação de Santos é um marco para a Hidrovias do Brasil e é o resultado de muito trabalho e empenho de todos. Tivemos desafios no caminho e, mesmo assim, seguimos superando cada um deles para cumprir com o nosso compromisso de entregar um terminal moderno e inovador para a infraestrutura e desenvolvimento do Porto de Santos e de toda a América do Sul”, afirma o Diretor de Operações Santos, Ricardo Cerqueira.

O terminal da Hidrovias do Brasil no Porto de Santos terá capacidade preliminar de 1,5 milhão de toneladas de carga por ano e aumentará gradativamente até 2,75 milhões. Além disso, os três armazéns terão capacidade estática de 140 mil toneladas para fertilizantes e 50 mil toneladas para sal, possibilitando a expedição de produtos no modal rodoviário de 6,4kt/dia e no ferroviário de 2kt/dia.


 

Compartir




Ver mais conteúdos