Jair Bolsonaro diz que nova lei de cabotagem “vai reduzir custos e aumentar eficiência do serviço” ¿Encontraste un error? Avísanos

Por Redacção PortalPortuario.cl

@PortalPortuario


O Presidente da República do Brasil, Jair Bolsonaro, referiu-se à recém-aprovada lei de Cabotagem, projeto nº 4.199/20, BR do Mar, dizendo que reduzirá custos e aumentará a eficiência do serviço.

O presidente disse que “a medida incentiva e amplia o transporte por cabotagem de mercadorias no Brasil, possibilita o aluguel de barcos, reduz o Custo Brasil, aumenta a eficiência do serviço e gera empregos”.

A mais alta autoridade do país acrescentou que “o programa aumenta a oferta e a qualidade do transporte de cabotagem, estimula a concorrência, gera competitividade e aumenta a disponibilidade da frota. O Brasil começa a aproveitar o potencial do litoral e dos rios no transporte entre regiões, com desenvolvimento no rotas”.

Enquanto isso, Marcelo Sampaio, secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura do país fluminense, comentou que “a cabotagem é um meio de transporte seguro, eficiente e de baixo custo, que só pode crescer com a BR do Mar. Uma série de medidas visando aumentar para 30% a participação desse meio de transporte na matriz logística nacional. Nosso Brasil só ganha! “.

A Lei nº 14.301 reúne uma série de medidas que visam aumentar a participação desse meio de transporte na matriz logística brasileira de 11% para 30%, elevando o volume de contêineres transportados para 2 milhões de TEU – unidade equivalente a 20 pés – até 2022, além de alavancar em 40% a capacidade da frota marítima dedicada à cabotagem para os próximos três anos.


 

Compartir




ESPECIAL COVID-19
Ver más noticias

Ver mais conteúdos