Porto de Imbituba bate recorde histórico de movimentação mensal ¿Encontraste un error? Avísanos

Por Redacção PortalPortuario.cl

@PortalPortuario


O Porto de Imbituba consiguiu um novo recorde mensal com 602.370 toneladas movimentadas no mês de junho, tornando-se o maior volume mensal que se tem registro na história do porto organizado, administrado pela empresa pública SCPAR Porto de Imbituba.

Com esse resultado, o porto supera o recorde alcançado em março do ano passado, de 592.641 toneladas. Em relação a junho de 2019, quando foram movimentadas 542.595 toneladas, houve crescimento de 11% na movimentação mensal.

Ao longo do último mês, o porto atendeu 21 navios para operação de diversas cargas, principalmente soja, minério de ferro, coque, contêineres e milho. Também passaram pelo Porto de Imbituba: celulose, comidas em big bags, equipamentos eólicos, fertilizantes, soda cáustica e salitre. Destaque também para o embarque de 119,7 mil toneladas de granel sólido em um único navio, concluído no Porto de Imbituba também em junho, o maior da história de Santa Catarina.

O diretor-presidente da SCPAR Porto de Imbituba, Jamazi Alfredo Ziegler, ressaltou que a conquista é resultado do trabalho de múltiplos agentes que atuam no porto e que juntos formam a Comunidade Portuária de Imbituba: trabalhadores, empresas, órgãos intervenientes, sindicatos das classes empresarial e trabalhadora e a Autoridade Portuária, delegada ao Governo do Estado de Santa Catarina em 2012.

“Sem dúvidas tem sido um ano muito desafiador para todos, principalmente em virtude da pandemia, mas o relacionamento aberto com a Comunidade Portuária, o cuidado com as questões sanitárias e o fornecimento de uma estrutura adequada para a execução da operação certamente foram fatores que fomentaram este resultado memorável para Imbituba”, complementou Ziegler.

Desde o início do ano, 96 navios atracaram nos três cais do porto, totalizando mais de 2,6 milhões de toneladas movimentadas até o momento. “A expectativa é de movimentação intensa no porto para os próximos meses”, salientou Aristeu Cavalca, gerente de operações da Autoridade Portuária.

Nesse ritmo, a expectativa é positiva para que um novo recorde anual seja conquistado, fechando o ano com aproximadamente 6 milhões de toneladas movimentadas.


 

Compartir





ESPECIAL COVID-19
Ver más noticias