Porto de Itajaí registra crescimento de 10% em cargas movimentadas no primeiro semestre de 2021 ¿Encontraste un error? Avísanos

 

Por Redacção PortalPortuario.cl

@PortalPortuario


O primeiro semestre de 2021 encerrou com crescimento de 10% na margem direita do rio (berços públicos e APM Terminals), a movimentação em toneladas no período semestral representou 3.141.965 contra 2.859.865 no mesmo período do ano anterior.

No segmento de cargas contêinerizadas nos recintos APMT e cais comercial durante o mês de Junho, somaram 45.152 TEU’s (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés) com 520.419 toneladas, totalizando a movimentação semestral para 266.272 TEU’s com 3.141.965 toneladas, registrando um crescimento de 3% em comparativo ao mesmo período do ano anterior.

Especificamente no período de Julho (2020) a Junho (2021), o Porto de Itajaí movimentou 553.134 TEU’s com 6.071.005 em tonelagem, obtendo um crescimento de 7% em comparação ao período de julho (2019) a Junho (2020).

“O maior calado de entrada registrado em termos de navios no Porto de Itajaí, foi de 12,50 metros, isso é importante porque demonstra o quanto é necessário estarmos com a dragagem e manutenção em dia, permitindo que a gente possa ter um calado operacional. Neste primeiro semestre à participação de Itajaí na corrente comércio exterior no Brasil, representou 4,2%, em relação à Santa Catarina 60,3%. No sentido das cargas contêinerizadas no período semestral nós crescemos 30.3%, e nas importações crescemos 68.3%”, enfatizou Heder Cassiano Moritz, Diretor Geral de Operações Logísticas da Superintendência do Porto de Itajaí.

Complexo Portuário de Itajaíe Navegantes

O Complexo Portuário de Itajaíe Navegantes alcançou durante o mês de Junho uma movimentação de 1.522.789 toneladas em 85 escalas, totalizando a movimentação do semestre para 541 escalas com 9.379.105 toneladas. Constatando um crescimento referente a32% em comparação ao primeiro semestre do ano anterior.

Com base no segmento de cargas contêinerizadas no complexo durante o mês de Junho, foram movimentados 130.674 TEU’s contra 111.612 TEU’s no ano anterior, indicando um índice de crescimento referente a 17%. No segmento de contêineres cheios, o complexo obteve uma movimentação de 631.386 TEU’s, contra 462.531 no mesmo período do ano passado, indicando um crescimento de 36%.

Entre os meses de Janeiro a Junho, os números que representam a quantidade de TEU’s foram significativos em comparação ao primeiro semestre de 2020, o aumento gradual representou 814.198 TEU’s contra 650.724 TEU’s no ano anterior, evidenciando dessa forma, um crescimento de 25%.

A Portonave (Terminal Portuário de Navegantes), registrou no primeiro semestre deste ano a movimentação de 547.926 TEUs e 5.818.716 toneladas, representando um crescimento de 40% em relação ao mesmo período do ano anterior, que somou em sua totalidade 392.248 TEU’s e 3.955.545 em toneladas.

As movimentações no terminal da Braskarne no período semestral apontaram 11 escalas com 33.884 em tonelagem. A TEPORTI registrou 19 escalas com 88.807 toneladas, evidenciandoumcrescimentode143% na movimentação de cargas em comparativo ao mesmo período do ano anterior.

Na Poly Terminais a movimentação semestral somou 5 escalas com 27.000 toneladas obtendo um crescimento de 8% em relação a movimentação de cargas no mesmo período do ano anterior e o terminal Barra do Rio evidenciou 2 escalas com 3.502 toneladas durante o primeiro semestre.

“Os números do semestre no complexo portuário de Itajaí são bastante expressivos, foram registrados 32% de movimentação em toneladas e na margem direita do rio, um crescimento de 10%. Tudo isso aliado a coordenação da autoridade portuária, tem dado resultado através desses números expressivos de movimentação, o que temos que comemorar é a geração de empregos e de renda. Apesar da pandemia global, tudo está ocorrendo conforme o planejado e as condições mercadológicas devem pontuar outra vez um ano histórico para o Porto de Itajaí, ultrapassando todos os números de movimentação, resultado de bastante esforço que todos nós fizemos para manter o nosso Porto de Itajaí sem paralização, possibilitando o acesso de mercadorias para todos os brasileiros. ” Destacou o Superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga.

As principais exportações registradas no primeiro semestre do ano foram a maçã (124,8%), madeiras e derivados (57,3%), plásticos e borrachas (51,7), têxteis diversos (47,6%), alimentos em geral (36,8%).

Em relação às importações mais significativas do semestre, foram os produtos químicos (100,2%), mecânicos e eletrônicos (76,8%), papel e derivados (65,9%), cerâmica e vidros (64,6%), pescados (53,7%).


 

Compartir



ESPECIAL COVID-19
Ver más noticias