Porto do Rio de Janeiro comemora 111 anos com alta de movimentação e faturamento ¿Encontraste un error? Avísanos

Por Redacção PortalPortuario.cl

@PortalPortuario


Números divulgados pela Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) evidenciam que o Porto do Rio de Janeiro, que completa 111 anos nesta terça-feira (20), vem apresentando uma crescente média anual na movimentação de cargas nos últimos cinco anos.

Nos ultimos anos o porto tem tendência de alta de 10,5% este ano, em relação ao ano passado. A análise da área de Planejamento de Negócios da Autoridade Portuária aponta ainda que o faturamento do porto alcançou R$147,4 milhões no 1° semestre de 2021, o que corresponde a um incremento de 14,8% na comparação ao 1° semestre de 2020.

Segundo os dados do relatório, os maiores volumes de carga movimentados pelo Porto do Rio de Janeiro no período 2016-2021 (até junho) foram registrados em dezembro de 2020, com cerca de 841 mil toneladas, seguido de junho de 2021, com 835 mil toneladas.

O total de cargas movimentadas no 1° semestre de 2021 somou 4,5 milhões de toneladas, podendo ser considerado o melhor semestre da série histórica iniciada em 2016. O principal tipo de carga movimentada no porto é a conteinerizada, mas vale destacar as elevações da exportação de ferro gusa e da importação de trigo e produtos siderúrgicos, além da crescente prestação de serviços especiais, como o apoio marítimo às bases offshore do pré-sal.

O diretor de Negócios e Sustentabilidade da Docas do Rio, Jean Paulo Castro e Silva, ressaltou que “é interessante notar que o crescimento na média anual da movimentação de cargas dos últimos cinco anos vem se mantendo mesmo diante da crise econômica causada pela pandemia, provando a capacidade de resiliência do porto”.

O diretor explica que “o incremento do faturamento está em sinergia com esse crescimento da movimentação de cargas, bem como devido ao aumento da receita com tarifas portuárias”.

Projeção 2021

O prognóstico para a movimentação de cargas no Porto do Rio de Janeiro sugere mais um recorde na movimentação de cargas a ser alcançado no ano de 2021, haja vista o número já alcançado na primeira metade do ano.

“De acordo com o padrão da movimentação de cargas, observamos que o segundo semestre de todos os anos do período analisado costuma registrar incremento nos volumes movimentados. Se considerarmos uma projeção conservadora de perpetuação da média do 1° semestre no restante do ano, podemos estimar cerca de 9 milhões de toneladas movimentadas para 2021”, prevê Jean Paulo.


 

Compartir



ESPECIAL COVID-19
Ver más noticias