ZPE Ceará inicia o ano com avanço de 6,1% na movimentação de cargas ¿Encontraste un error? Avísanos

Por Redacção PortalPortuario.cl

@PortalPortuario


Após fechar 2020 com mais de 11 milhões de toneladas movimentadas, a ZPE Ceará, empresa que compõe o Complexo do Pecém, iniciou este ano com crescimento em seu fluxo de cargas. No último mês de janeiro, a movimentação de mercadorias atingiu 873.781 toneladas, uma alta de 6,1% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Entre as principais mercadorias que passaram pelos gates da ZPE Ceará em janeiro, o maior fluxo foi oriundo do minério de ferro, com 260.661 de toneladas movimentadas no período, alta de 1,44% ante o mesmo mês do ano passado. O carvão mineral, por sua vez, movimentou 178.539 de toneladas ao longo do mês, um crescimento de 38,2% no comparativo com 2020.

“Após o grande desafio que foi 2020, estamos otimistas de que, neste ano, teremos uma retomada no nosso ritmo de produção, que é tão importante para o desenvolvimento econômico do Ceará. Não tenho dúvidas de que, com o trabalho de nossos colaboradores e empresas instaladas, teremos um 2021 produtivo”, destaca Andréa Freitas, diretora de operações da ZPE Ceará.

Única Zona de Processamento de Exportação em funcionamento no Brasil, a ZPE Ceará também movimentou, em janeiro deste ano, 212.965 toneladas de placas de aço produzidas pela Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), uma das três empresas instaladas na companhia. Em dezembro de 2020, o produto, que é exportado para diversos países via Porto do Pecém, registrou avanço de 19,6% na sua movimentação, a maior alta entre as principais cargas da ZPE Ceará.

Entre os principais destinos das mercadorias produzidas pela ZPE Ceará em janeiro, o maior destaque foram os Estados Unidos, com 47.768 toneladas. No mesmo período, Canadá (31.021 t) e Bélgica (7.531 t) também receberam itens processados na empresa, que exportou 86.320 toneladas ao longo do mês.

No que diz respeito às importações, os principais parceiros comerciais da ZPE Ceará, em janeiro, foram Estados Unidos (179.044 t), Rússia (10.275 t) e Coréia do Sul (1.307 t), que ajudaram a empresa a receber um total de 191.195 toneladas ao longo do mês. Além deles, China, Áustria, Espanha, Chile, Japão e Portugal também enviaram mercadorias à ZPE Ceará, em menor quantidade.


Compartir





ESPECIAL COVID-19
Ver más noticias