Antaq autoriza empresas a operarem nas navegações interior e de apoio portuário ¿Encontraste un error? Avísanos

Por Redacção PortalPortuario.cl

@PortalPortuario


A Antaq publicou três autorizações para empresas brasileiras de navegação (EBNs). As deliberações estão no Diário Oficial da União (DOU). Veja aqui.

Uma das autorizações foi para a empresa F. S. Carneiro Eireli, de Manaus (AM), para operar na prestação de serviços de transporte de biocombustíveis, petróleo e seus derivados, na navegação interior de percurso longitudinal, na Região Hidrográfica Amazônica, nos trechos interestaduais de competência da União.

A empresa utilizará a embarcação 26 de Novembro VIII, que é de tipo Tanker (tipo de navio-tanque projetado, construído ou adaptado para transportar a granel qualquer produto líquido), com potência total de 180 HP, tonelagem de porte bruto (TPB) de 18,83 toneladas, 15,50 metros de comprimento total e calado carregado de 1,16 metros.

Apoio Portuário

A Antaqautorizou também as empresas WL Marine Services LTDA, de Fortaleza (CE), e Eagle Dragagem e Serviços Marítimos LTDA, de Aracruz (ES), a operarem na navegação de apoio portuário, que é a realizada exclusivamente nos portos e terminais aquaviários, para atendimento a embarcações e instalações portuárias.

A WL Marine utilizará a embarcação afretada Mila II. A embarcação é um pesqueiro, com TPB de 11,41 toneladas, potência total de 102 HP e a seguinte capacidade de transporte: sete passageiros e três tripulantes.

A Eagle Dragagem atuará dentro da área do Porto de Vitória e irá executar as seguintes atividades: reboque portuário; atracação e desatracação; assistência; mudança de atracação e transporte de passageiros e carga.

Para a prestação dos serviços, a empresa utilizará a embarcação Manuel Alves, que é um rebocador/empurrador, com 3200 HP. A embarcação tem capacidade para doze tripulantes.


 

Compartir




Ver mais conteúdos