Conselho de Administração da Docas do Rio tem novo representante do MInfra ¿Encontraste un error? Avísanos

Por Redacção PortalPortuario.cl

@PortalPortuario


O novo representante do Ministério da Infraestrutura (MInfra) no Conselho de Administração da Companhia Docas do Rio de Janeiro (Consad/CDRJ) é o diretor do Departamento de Investimentos da Secretaria Nacional de Aviação Civil (DINV/SAC), Eduardo Henn Bernardi. A posse do conselheiro aconteceu durante reunião extraordinária do órgão, no último dia 19 de setembro.

Engenheiro civil graduado pela Universidade de Brasília (UnB), o gaúcho Eduardo Bernardi possui certificação no Advanced Master em Gestão de Navegação Aérea, com foco em infraestrutura aeroportuária, pela Escola Nacional de Aviação Civil (Enac) da França e tem vasta experiência profissional na área de Infraestrutura e Aviação Civil, onde atua desde 2008.

Na Anac foi gerente técnico de Resposta à Emergência Aeroportuária, entre outras funções. Já na Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC/PR), ocupou cargos como Assessor Especial do Ministro, Diretor do Departamento de Gestão do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (DGPROFAA) e Secretário de Aeroportos Substituto.

Na antiga Secretaria Nacional de Aviação Civil do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (SAC/MTPA), Eduardo Bernardi foi diretor do Departamento de Investimentos em Aeroportos Regionais. Desde 2018, Bernardi é diretor do DINV/SAC/MInfra, sendo responsável por ações relacionadas a investimentos federais em aeroportos regionais, modernização da infraestrutura aeronáutica civil e acompanhamento dos investimentos da Infraero, dentre outras.

Ao longo de sua carreira, já foi conselheiro do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) pela SAC/PR; conselheiro fiscal da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero); e conselheiro de Administração da Companhia Docas do Ceará (CDC), onde até recentemente exercia a Presidência do Conselho.

Como conselheiro do Consad/CDRJ, Eduardo Bernardi espera poder trabalhar em prol do desenvolvimento da Companhia Docas do Rio de Janeiro, procurando contribuir com sua experiência em infraestrutura e, desta forma, apoiar ações para melhoria contínua dos serviços prestados por esta que é uma das maiores empresas portuárias brasileiras.


Compartir




Ver mais conteúdos
Translate »